Tudo começou com um homem, uma visão e uma bicicleta.

Uma visão simples: resgatar as sobras alimentares dos estabelecimentos de restauração dentro do seu alcance – no seu bairro – e, com estas, evitar a fome de quem mais precisa.

Iniciado em 9 de Março de 2011, o projecto Re-food é um esforço eco humanitário, 100% voluntário, efectuado para e pelos cidadãos, ao nível micro-local, para acabar com o desperdício dos alimentos preparados e a fome nos bairros urbanos, enquanto reforça os laços comunitários locais. De uma forma ambiciosa, procuramos espalhar este conceito e valores por todos os bairros urbanos do planeta.

Nesta fotografia há voluntários, beneficiários e pessoal das cozinhas dos parceiros da restauração, mas também representantes das empresas locais e da Igreja de Nossa Senhora de Fátima – os nossos primeiros (e ainda actuais) parceiros.

Um mês depois de iniciar esta aventura, Hunter Halder já não estava mais sozinho. Esta fotografia representa o momento em que o projecto celebrou 30 dias de actividade, 30 restaurantes parceiros e 30 voluntários. Logo nesta altura, foi claro que o projecto estava a gerar não só os dois benefícios previstos (menos desperdício e fome), como também um terceiro: o aumento da solidariedade comunitária.

Desde o seu início, o projecto revela ser uma força unificadora que envolve todos os elementos da comunidade num acção partilhada e conduzida pela boa vontade de cada um.

Nos 30 meses desde o lançamento do projecto, os 30 voluntários passaram a ser mais de 500 (pedimos só 2 horas por semana), os parceiros da restauração bem mais de 100 (onde vamos todos os dias), e as pessoas alimentadas (também diariamente) já ultrapassam as 500 (com um custo real de menos de 10 cêntimos por refeição).

O primeiro núcleo foi replicado no dia 7 de Janeiro de 2013, quando a equipa da Refood Telheiras entrou em pleno funcionamento.

Alguns meses depois, foram realizadas as primeiras acções “sementeiras” que resultaram em dezenas de novas equipas que trabalham para implementar o projecto nos seus bairros.

Até ao final de 2013, três novos núcleos irão entrar em funcionamento: Lumiar, Estrela e São Sebastião da Pedreira.

No início de 2014, serão mais 5 em acção: Belém, São Francisco Xavier, Carnide, Olivais e Parque das Nações.

Pelo final de 2014, mais 17 novos núcleos estarão a servir os seus bairros, cumprindo, assim, os objectivos de replicação e tornando Lisboa na primeira cidade do mundo sem desperdício de alimentos preparados enquanto contribui para reduzir a fome.

Agora, devido ao novo apoio que temos na área de comunicação lançamos este blog para partilhar as experiências, não só da equipa de gestão, mas de toda a comunidade envolvida neste projecto.

Este espaço existe para partilhar as vivências da família Re-food, relatadas pelos seus voluntários, beneficiários, parceiros da restauração, parceiros institucionais e parceiros empresariais.

O meu tempo de antena termina aqui (por agora).

O projecto Re-food é de todos. Agora, quem vai ser o próximo a ter a palavra?

Obrigado e bem-vindos ao nosso cantinho da blogosfera.

hunter_halder_02

Hunter Halder
(o homem e a bicicleta)

46 comentários

    1. olá venho por este meio lhe pedir informação sobre o projecto em cascais de redfood eu fui a reunião obg 963028412

      Por paula neves
  1. Fico aguardar novidades. Vão estando atentos à página da Refood Parque das Nações.

    Gestor de fontes de alimentos :)

    Por Pedro Colaço
  2. A iniciativa da Refood é fantástica. Eu e duas pessoas amigas gostávamos de ser voluntárias do projecto. Como pudemos fazê-lo?

    Por Ana Parreira
  3. Tenho orgulho em pertencer à família Refood. Espero que novos membros se juntem a nós em breve. 😉

    Por Otília
  4. Espero que a partir da proxima 5ªfeira, dia da minha entrevista na refood, eu possa passar a fazer parte desta familia de voluntario. Parabens Hunter Halder.

    Por Susana Vieira
  5. Os sonhadores conseguem quebrar a rotina e inovar, conseguem mostrar que é possível fazer diferente, fazer melhor, muito melhor, e conseguem arrastar muitas pessoas com eles. Conseguem fazer com que pessoas que vivem submergidas no seu dia a dia voltem a sonhar. Parabéns Hunter , tu fazes a diferença!

    Por Francisca Vermelho
  6. Parabens por esta grande iniciativa. Estou desejando começar a ajudar este projecto.È fantastico como é que uma ideia tão simples pode dar alegria a tantas pessoas.

    Por Pedro Matos
  7. É um orgulho pertencer a esta Família….Dedicar algumas horas por semana a esta causa….
    Força Hunter..Força Refood.

    Por Luisa Chaves
  8. Parabéns ao Hunter e a todos os voluntários e apoiantes. Gostava muito de poder ajudar, mas não o faço por já estar comprometida com diversas outras causas/ voluntariados.
    Precisamos de + gente assim para um mundo melhor.

  9. Muitos parabéns! São iniciativas destas, determinação, coragem e empenho desta qualidade que nos dão verdadeiras lições de vida e esperança no Homem, e no que ele tem de melhor. A força que emana de um projecto como este é imbatível… Deixo aqui a minha disponibilidade enquanto designer gráfica para qualquer colaboração nesta área que entendam ser uma mais valia para este empreendimento.Disponham.

    Por Paula Mariz
  10. É com muito gosto que pertenço a esta família…Brevemente os Olivais vão arrancar….Noticias seguem dentro de momentos 😀

    Por Nuno Patão
    1. Olá, moro no Monte Estoril/Amoreira, Cascais.
      Já há alguma destas iniciativas por aqui?

      Obrigada

      Por Cristina Taquenho
  11. Boa noite !

    Moro e vivo em Santiago do Cacem, estou reformado e vi hoje na TV falarem deste projeto. Parabéns por esta grande iniciativa. Gostaria de poder ajudar este fantástico projeto … como o posso fazer ?

    Cumprimentos,
    manuel silva

    Por manel silva
  12. Boa noite,
    excelente iniciativa, era mesmo isto que procurava para sugerir a todos os meus clientes e amigos da restauraçāo e hotelaria. necessito falar convosco, quero muito ajudar.
    Bem hajam
    Fernando Alberto

    Por fernando alberto
  13. Olá Boa noite, parabens por todo este trabalho magnifico que têm desenvolvido, gostava de saber se têm algum projecto de abertura de um Refood na Freguesia de Sto António em Lisboa, é a antiga Freguesia de São Mamede e São José e Sagrado Coração de Jesus. Obrigada e força !!!!

    Por Concha Bermudez
  14. Grata por ter a oportunidade de fazer prte deste projeto, em que acredito. parabens ao Homem que pôs o sonho em marcha!

    Por Maria Antão
  15. Recebi da minha filha que vive em Lisboa. Estou no Algarve e em Portimão. Haverá alguma coisa no Algrave??

    Por José Maria Falcão
  16. Olá, tenho andado às voltas com o site darereceber.pt e tenho-me visto aflita no para doar o que quer que seja e para comunicar diretamente com as instituições dentro do site, tenho um sofá para doar e não vejo alternativas, sei que a CML recolhe monos à porta de casa, e estou mesmo a pensar em recorrer à mesma, não sei se esses monos vão para instituições ou para quem precisa, ou se para o lixo, pus-me a pensar na Refood e na sua infraestrutura, que está bem executada, com colaboração e apoios da Câmara também, e pensei que a Refood podia fazer o mesmo em relação aos monos, utilizando a infraestrutura já existente de recolha pela CML,para melhor distribuição e aproveitamento de monos necessários a outros, num projeto semelhante mas para monos, fazendo frente ao darereceber.pt (e a outros), que a meu ver está pessimamente mal executado, (aqui fica uma das muitas críticas no meu blog http://improve.btt3rfly.com/post/85302086111/nao-dar-enao-receber-ii), e apresentando alternativas. O que acham da ideia?, podem passar ao marketing? obrigado.

    Por Rita Fonseca
    1. Cara Rita,

      Não sei se vou a tempo, mas nada melhor quando nos queremos desfazer de objectos/artigos grandes ou pequenos mas que ainda poderão ter alguma utilidade , de que recorrer a um grupo que se chama LisboaFreecycle (registar-se no yahoo).Já devo ter mobilado/recheado várias casas com as minhas doacções (desde 2007).
      Neste grupo tudo é também gratuito Oferta e Procura e são as pessoas interessadas em dar ou receber que combinam entre si. Também já têm Facebook. Experimente!
      Cumpts,
      Cristiana Rodrigues

      Por Cristiana Rodrigues
  17. Tive conhecimento que vão ou vão estar em Leiria.Gostaria de ajudar neste projeto tão nobre, mas não sei como, moro em Ourém e gostaria de saber mais alguma coisa. Fico ao dispor

    Por Gracinda Graça
  18. Boa tarde!
    Moro em Cascais e gostaria de saber como posso ajudar.
    Desde já agradeço e aguardo comunicação vossa.

    Atenciosamente,
    Nair Lameira

    Por Nair Lameira
  19. Boa tarde
    Moro no Murtal, Parede e gostaria de saber como posso ajudar.
    Aguardo informação
    Cumprimentos

    Por Maria de Lurdes Machado
  20. Boa noite,
    Informei-me acerca desta fantástica iniciativa e gostaria de saber se na cidade de Setúbal já existe algum projecto em curso para abertura de uma delegação. Gostaria de fazer parte deste projecto contribuindo para a sua instituição na cidade onde nasci, cresci e vivo diariamente, para complementar a minha parte na acção social e humanitária, alem de ecológica, que é.
    Fico a aguardar resposta, se já existe, como poderei participar como voluntaria, ou contribuir na sua fundação. Obrigada.

    Por Joana L. D. Pereira
  21. Olá,
    Tenho estado à procura dos contactos de algum núcleo na zona de cascais, mas não encontro. Alguém poderá ajudar-me? Gostaria de me envolver neste projecto.

    Obrigada

    Por Ana Máximp
  22. Olá boa tarde
    Gostaria de saber quando arranca o refood de Alcântara
    É onde moro e gostava de participar
    Há algum contacto vosso? Telefone, e-mail…
    Obrigada
    Luz

    Por Luz Moncada
    1. Olá Luz,
      Em breve, Alcântara vai estar a funcionar! Já temos o espaço no Mercado Rosa Agulhas, cedido pela Junta de Freguesia e o protocolo foi aprovado na última assembleia de freguesia de 29 de dezembro.
      A nossa próxima reunião para assinar a “carta de princípios” é a 13 de janeiro.
      O nosso email é alcantara.refood@gmail.com.
      Contacte-nos e acompanhe as nossas atividades no FB refood.alcantara.
      Somos tod@s importantes e contamos com as pessoas da nossa comunidade para dinamizar este núcleo!
      Até breve!

      Por Cristina Campos
  23. Parabéns à Família ReFood e ao seu mentor!
    Adorei saber que já está em funcionamento a sede nos Olivais.
    Estou a tentar arranjar parceiros e a organizar-me para me poder voluntariar, assim como arranjar mais voluntários.
    Bom trabalho! Força nisso.
    Ana Ruivo.

    Por Ana Ruivo
  24. Ola, gostei mto desta iniciativa e gostaria de implementar um projecto assim no meu bairro, na margem sul, mas não sei onde nem como começar. poderiam ajudar-me?
    Obrigado e Parabéns!!
    Paulo Pereira

  25. Boa noite,

    Moro no concelho de cascais, gostaria que me informassem como posso participar com 2 horas semanais no refood
    Casa haja algum contacto para saber mais pormenores, agradecia que me informassem através deste em
    ail.
    Obrigada e fico aguardar pela v/ resposta
    Maria Roupa

    Por maria roupa
  26. Bom dia!
    Fantástico! a isto eu chamo viver uma cidadania responsável e consciente!

    Moro em São Domingos de Rana e tenho disponibilidade para ajudar.
    Agradeço que me informem como.

    Grata
    Ana Matos

    Por ana matos
  27. Ola a todos, moro em Cascais e gostava de ajudar Esta vossa organizacoes mas nao sei como ou a quem me dirigir. Quem me pode dizer a quem devo telefonar para me inscrever Como voluntaria.
    Obrigada e ca fico a espera

    Por Conceicao freitas
  28. Boa tarde,
    venho de novo ao vosso contacto e agradeço informação necessária para poder iniciar este projecto na zona de massamá em queluz concelho Sintra.

    aguardo contacto e informação.
    Vitor Garcia

    Por Vitor Garcia
  29. Boa tarde,
    venho de novo ao vosso contacto e agradeço informação necessária para poder iniciar este projecto na zona de massamá em queluz concelho Sintra.
    aguardo contacto e informação para o email- vitorgarcia.ciclograu@gmail.com ou pelo telefone movel 936351899
    Vitor Garcia

    Por Vitor Garcia

Responder a Luz Moncada Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>